_S1_2539
"distant dimensions"
exposição presente 04 October a 01 November


Distant Dimensions é a proposta artística para uma exposição que pretende convocar diálogos entre obras de artistas portugueses e chineses, visando explorar linguagens formais numa plataforma de diferentes paradigmas técnico/artísticos, sociais e culturais, tentando aproximá-los entre si provocando relações entre ideias, pensamentos e preocupações culturais distintas.

Sendo a arte contemporânea um modelo de linguagens cada vez mais marcadas pela crescente democratização da imagem e pelo envolvimento cada vez mais efectivo de artistas ligados a um sistema formal de representação do mundo em que vivemos, é imperativo que esta exposição não ambicione ser apenas uma ponte entre estas duas realidades geográficas e temporais que são Portugal e a China, mas que se manifeste dinâmica e actual, expressando aspectos inerentes ao papel do artista ligado a acontecimentos sociais, a meios de informação e ao imaginário social.

Na arte contemporânea chinesa, existe pouca distinção entre a arte e a vivência do dia a dia. Há um contínuo intercambio entre ambos, tornando o processo artístico uma extensão da vida. Os artistas Chineses estão em profunda conexão com o que se passa ao seu redor, é um despertar consciente da sua condição social, política e cultural, carregada por fortes simbolismos de protesto e sobre a reflexão profunda do homem e da sua condição social na China.

Instintivamente esta proposta surge como evidência de uma capacidade natural dos artistas em aproximarem estas duas distâncias geográficas vivenciadas em dimensões sociais distintas e integradas em limites cada vez mais diluídos pela globalização, mas nem por isso desligadas da sua identidade cultural, económica e
política.